Como estruturar um Projeto de MASTER DATA?

Veremos neste artigo quais os pontos chaves que devemos observar para construir nossa arquitetura de Master Data.

E aqui não é uma questão exclusiva de tecnologia, mas sim de quais os passos que temos que observar para construir uma estratégia poderosa para a gestão dos dados mestres de nossas organizações.

O primeiro passo para a definição de nossa arquitetura de dados mestres é a descoberta dos nossos dados (conhecido como data profiling).

O Data Profiling permitirá a análise dos cadastros atuais antes de avançarmos com os outros pontos chaves.

Depois, precisamos realizar o processo de integração, também conhecido com Data Integration, neste momento padronizaremos todos os dados e realizaremos a consolidação das informações de múltiplas fontes. As correções podem ser automáticas, através de algoritmos ou até mesmo exigir intervenções manuais.

Com os dados saneados e padronizados podemos enviar para a nossa estrutura de MDM, onde será construída a nossa fonte da verdade. Teremos todos os metadados correspondendo as entidades manipuladas por nossas organizações (Clientes, Fornecedores e etc). Um MDM Multi-domain possui algumas características básicas, tais como, ferramentas de Workflow, algoritmos de matching e etc.

No final, temos o processo de envio dos dados saneados, organizados e padronizados para os sistemas satélites de nossa empresa, tais como, ERP’s, CRM’s, BI’s e etc.

Então, ao discutir uma nova realidade de Dados Mestres em sua empresa pense no seguinte caminho:

Descoberta dos Dados –> Consolidação (Padronização) –> MDM (Fonte da Verdade) –> Distribuição de dados para os Sistemas

Bons negócios!

Quer melhorar a governança de dados mestres na sua empresa?

Clique aqui para conhecer a plataforma 4MDG.

Leia também Mitos sobre MDM.

Tags: | | | | | | | | | | | | |

Quer conhecer sobre o universo dos dados mestres?

Receba gratuitamente nosso e-book sobre MDM e entre em uma das carreiras mais quente do momento

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

7 Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.
%d blogueiros gostam disto: