Cadastro de Produtos: Do Básico ao Avançado

“Nós vemos os nossos clientes como convidados para uma festa em que nós somos os anfitriões. É nosso trabalho de todos os dias fazer com que cada aspecto importante da experiência do cliente seja um pouco melhor”.

Jeff Bezos

Existe alguma tabela que determine o quão completo é o nosso cadastro de produtos?

Sim. Existe.

Quando encaramos a gestão de cadastros como uma disciplina e começamos a pensar mais estrategicamente a nossa relação com os dados mestres, trazemos mais resultados para as nossas organizações.

Uma das principais funções de um Gestor de Dados Mestres é entender o que podemos melhorar nos cadastros para aprimorar a jornada de compra dos consumidores.

Podemos criar uma tabela de 1 a 5 para determinar o quão efetivo é o nosso cadastro de produtos.

Iniciamos com os dados básicos até as intrincadas relações entre os produtos.

Mesmo que você não trabalhe em operações B2C, pode adaptar estes conceitos pensando na jornada interna dos colaboradores de sua empresa que precisam usar os produtos no dia a dia.

1 – Dados Básicos

Neste nível temos, apenas os atributos básicos de um produto. Descrição, código e atributos fiscais.

É o mínimo necessário para a comercialização e uso do produto.

2 – Dados Comerciais

São os atributos usados em uma cadeia de comercialização para que os agentes possam identificar estes itens. Um exemplo é código GTIN (EAN).

Também, podemos trabalhar com grupos de classificação como UNSPSC, e-class e etc.

A maioria das organizações, somente, conseguem chegar até aqui, seja por falha em seus sistemas ou por deficiência no processo de cadastro.

3 – Dados de Identificação detalhados

Temos as fotos, descrições detalhadas e manuais de uso.

São informações que ajudam a enriquecer o produto e facilitar a jornada do consumidor.

São essenciais em operações de comércio eletrônico, mas mesmo assim é muito comum encontrar empresas que ainda não tem estes dados em seus portais de venda.

4 – Dados de Decisão

Permitem que o utilizador possa tomar decisões sobre como o produto pode ser usado.

Entram nesse cenário características técnicas avançadas, relações básicas entre os produtos e outras informações que podem ser úteis para guiar o consumidor em sua jornada.

5 – Dados Avançados

Aqui podemos ter relações avançadas entre os produtos, por exemplo: cross-selling e up-selling.

Pessoas que compram o produto Y também levam o acessório X. Ou o produto Z está em falta, mas pode ser substituído pelo produto W.

Podemos ter vídeos explicativos ou até mesmo alguém contando como usou este produto e quais as suas vantagens.

É isso! Bons negócios!

Clique aqui para conhecer a plataforma 4MDG.

Leia também Saneamento do Cadastro de Clientes

Faça parte e um dos maiores grupos de especialistas em gestão de cadastros. Clique aqui para entrar em nosso grupo no LinkedIn.

Tags: | | | | | | | | | | | | |

Quer conhecer sobre o universo dos dados mestres?

Receba gratuitamente nosso e-book sobre MDM e entre em uma das carreiras mais quente do momento

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

0 Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.
%d blogueiros gostam disto: