Catálogo de Dados : Para que serve?

Na maioria das organizações há um grande desafio para a implementação de soluções de inteligência artificial, analytics, big data ou outras.

Descobrir, entender e preparar os dados.

Os dados estão espalhados por diversos silos de informação e cada um possui suas próprias regras de governança.

Quando uma companhia percebe que está gastando quase toda sua verba destinada a ciência de dados para entender e preparar os dados é o momento de refletir e mudar.

Para que você possa extrair insights de negócios à partir dos seus dados sem gastar uma eternidade “arrumando a casa” se faz necessário adotar algumas ações:

  • Conhecer onde e como os dados de sua organização estão armazenados.
  • Determinar a qualidade dos dados e quais são as regras usadas para permitir ou não a entrada destes dados.
  • Identificar os valores armazenados nos conjuntos de dados.

Catálogo de Dados

Segundo a Oracle:

Um catálogo de dados é um inventário organizado de ativos de dados na organização. Ele usa metadados para ajudar as organizações a gerenciarem seus dados.

De forma rudimentar podemos dizer que um Catálogo de Dados permite entender como usar cada conjunto de dados de sua organização.

Entendendo o que representa cada dado em sua organização você poderá usar estas informações de uma maneira mais rápida e assertiva para geração de novos negócios.

Imagine, que você é um aventureiro e está fazendo uma trilha na selva de sistemas de sua organização.

Você anda e de seu lado direito há o sistema ERP e do seu lado esquerdo há o CRM.

Olhando para longe enxerga-se os sistemas de comércio eletrônico, soluções de e-procurement e muitas outras feras do mundo selvagem das grandes corporações.

Você está sozinho. Não há um guia e nem um mapa. Sem GPS ou telefone por satélite.

Você precisa achar o caminho certo.

Uma missão quase impossível, não é?

Como descobrir quais são os caminhos que devem ser trilhados? Talvez, somente, na tentativa e erro.

Porém, isso custa muito caro.

Novamente, imagine-se na mesma situação, mas agora com um MAPA em mãos dizendo como cada dado está armazenado, quais são suas regras e como eles podem ser usados.

Parece, que agora ficou muito mais fácil, encontrar um caminho não é?

Este é o poder do catálogo de dados: Criar o mapa que permite navegar de forma segura entre os diversos silos de informações de uma empresa.

Porque o catálogo de dados é tão importante?

  • Ajuda os colaboradores a encontrarem os melhores dados para cada uso.
  • Serve como um inventário de ativos de dados
  • Provê informações para avaliar se os dados são adequados para o uso pretendido.
  • Permite aos colaboradores se concentrarem em obter insights dos dados.
  • Evita a perda de tempo e esforço gasto na descoberta de dados.

O que geralmente encontramos em um catálogo de dados?

  • Glossário de termos de negócios (para evitar que os colaboradores tenham entendimento diverso de um termo).
  • Estatísticas sobre os dados (numero de aparições, valores máximo e mínimo, etc).
  • Relacionamento entre os diversos dados.
  • Recomendações de uso (como o dado pode ser usado e para qual finalidade).
  • Políticas e procedimentos de governança.
  • Definições técnicas.

É isso! Bons negócios!

Clique aqui para conhecer a plataforma 4MDG.

Leia também Saneamento do Cadastro de Clientes

Faça parte e um dos maiores grupos de especialistas em gestão de cadastros. Clique aqui para entrar em nosso grupo no LinkedIn.

Tags: | | | | | | | | | | | | | | | | |

Quer conhecer sobre o universo dos dados mestres?

Receba gratuitamente nosso e-book sobre MDM e entre em uma das carreiras mais quente do momento

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

0 Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.
%d blogueiros gostam disto: