Privacy by Design

É importante, que os analistas de cadastros conheçam e aprofundem os seus estudos em questões relativas ao GDPR e LGPD. Um dos pontos importantes é entender o conceito de “Privacy by Design”.

O que é Privacy by Design?

A ideia de Privacy by Design é implementar rotinas para garantir a privacidade e dados pessoais, em todos os projetos realizados pela empresa. Não seria tolerável iniciar nenhum serviço ou produto, sem que a garantia da privacidade esteja no cerne deste projeto.

Privacy by Design é, antes de tudo, um novo paradigma, um novo jeito de se encarar a relação das empresas com os dados pessoais de seus consumidores ou parceiros.

O conceito originou-se no Canadá e é utilizado na Europa em função da GDPR.

Há sete princípios fundamentais que norteiam o Privacy by Design.

1 – Proativo, não reativo;

Antecipar e prevenir eventos, que possam prejudicar a privacidade antes que eles de fato ocorram.

2 – Privacidade como configuração padrão

Os dados pessoais precisam ser protegidos sem que o proprietário dos dados tenha que efetuar configurações adicionais. As configurações relativas à privacidade precisam ser ativadas de, tal forma, que o máximo de proteção esteja embutido na configuração padrão.

3 – Privacidade incorporada ao design

A proteção dos dados é um componente fundamental do projeto de construção da aplicação.

4 – Funcionalidade completa

Constrói uma relação positiva (ganha-ganha) entre o titular e os agentes de tratamento de dados. O produto ou serviço deve ser, plenamente, utilizável caso o usuário não altere as configurações de privacidade.

5 – Segurança de ponta a ponta

Garantir a proteção completa incorporada ao ciclo de vida da informação.

6 – Visibilidade e transparência

As organizações devem permitir que seja analisado se elas cumprem o que prometem sobre os dados dos usuários. Dar transparência ao titular do dado quanto ao objetivo da captação e com quem estão sendo compartilhados esses dados.

7 – Respeite a privacidade do usuário

Os interesses do titular dos dados deve estar em primeiro lugar. Garantir a segurança dos dados do usuário engloba diretrizes de segurança, assegurando a confidencialidade, disponibilidade e integridade dos dados. Manter as configurações de privacidade de maneira amigável.

É isso! Bons negócios!

 

Quer melhorar a governança de dados mestres na sua empresa?

Clique aqui para conhecer a plataforma 4MDG.

Tags: | | | | | | | | | | |

Quer conhecer sobre o universo dos dados mestres?

Receba gratuitamente nosso e-book sobre MDM e entre em uma das carreiras mais quente do momento

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

0 Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.
%d blogueiros gostam disto: