A realidade brasileira na gestão de Dados Mestres

O mundo dá passos largos em direção à governança de dados com empresas investindo muito dinheiro em processos, equipes e tecnologia.

Uma cultura data-driven exige o estabelecimento de uma governança para que as empresas possam extrair insights dos seus dados.

O alto custo de uma equipe de Data Science faz com que as empresas precisem aprimorar a organização, saneamento, enriquecimento e catalogação de seus dados para reduzir o tempo gasto por cientistas e engenheiros durante suas atividades.

Enquanto, o restante do mundo está discutindo governança de dados mestres acaloradamente, no Brasil, ainda estamos presos na discussão de atributos fiscais dos cadastros.

Pouco se discute sobre as ações necessárias para a implementação de um processo duradouro e consistente nas organizações para o tratamento e armazenamento dos dados mestres.

Comumente, encontramos empresas usando planilhas e sistemas improvisados para gerenciar os seus cadastros de clientes, fornecedores e produtos.

Temas como LGPD, ESG e normas nacionais e internacionais, apenas, fazem com que as empresas procurem soluções temporárias ou pró-forma, ao invés de atacarem de vez o problema implementando uma governança efetiva dos dados mestres.

Aproveito para listar alguns pontos que muitos institutos de pesquisa julgam fundamentais em uma solução de gestão de dados mestres:

  • Fluxo de trabalho/BPM
  • Modelagem de dados.
  • Qualidade/Semântica da Informação.
  • Desempenho/Escalabilidade/Disponibilidade/Segurança.
  • Gerenciamento de hierarquia.
  • Cenários de uso múltiplo – MDM analítico e operacional.
  • Suporte a vários domínios.


Entendemos que o Brasil é extremamente complexo quando abordamos questões fiscais, mas o gestor de cadastros não pode ficar preso a este único aspecto ao definir como será a estrutura da nova central de dados mestres de sua organização.

Recomendamos, que o gestor de cadastros inicie um diálogo com a equipe de governança de dados para que juntos possam elaborar um projeto estruturante de organização dos cadastros.

É isso! Bons negócios!

O 4MDG oferece: Portal de Fornecedores e Clientes, Rotinas automáticas de Background Check, Workflows customizados, Automação de Processos, Padronização e Saneamento de Cadastros, Big Data, Data Quality, Data Profiling e muitos outros recursos para melhorar a eficiência no gerenciamento de cadastros de clientes, fornecedores e materiais.

Tags: | | | | | | | | | | | | |

Quer conhecer sobre o universo dos dados mestres?

Receba gratuitamente nosso e-book sobre MDM e entre em uma das carreiras mais quente do momento

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

0 Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.
%d blogueiros gostam disto: